10 de outubro de 2016

Aprendendo a lidar com os erros.


Os erros são aquelas coisas que se pudéssemos apagaríamos sem pensar duas vezes da nossa história e que não queríamos nem que tivessem existido algum dia na nossa vida. Como nos arrependemos depois que os cometemos! E pensamos: "Como eu pude fazer aquilo? Eu devia ter prestado mais atenção, devia ter pensado mais!"

Todas nós somos repletas de erros, porém, ninguém gosta de errar. Os erros são muito dolorosos porque eles mexem com o nosso orgulho, mexem com a nossa imagem diante das pessoas, e nos revelam que nunca somos tão perfeitas como pensamos, ou como os outros pensam que somos. Os erros revelam nossa realidade: somos pecadoras, cheias de defeitos, que sempre têm o que aprender na vida.

Particularmente eu considero muito os erros, principalmente os meus, porque aprendo muito com eles. A partir das minhas indesejadas quedas, posso me levantar como outra pessoa, mais madura, mais sábia e experiente, tentando sempre melhorar a cada dia, avançando na imagem de Cristo Jesus.

Meus erros são lembretes do quanto sou falha e do quanto preciso desesperadamente de um Salvador perfeito. Eles me fazem olhar menos para mim, e mais para Ele, meu amado Senhor. Eles me fazem apreciar mais a Sua graça, que a partir do que sou, consigo enxergá-la de uma forma mais clara, intensamente bela. Deus me concede tudo aquilo que eu não mereço por meio de Sua graça, e eu reflito: Como pode Ele me amar tanto?! Como um Ser tão Soberano e independente escolhe dar tanta Graça a um ser como eu? O Seu amor me constrange, e sempre que erro, volto para Ele em total dependência, rogando pelo Seu perdão, sabendo que Ele nunca errou e que nunca erra; o meu Senhor é Santo!

E Ele sempre me perdoa, porque a punição dos meus pecados já foi paga por Seu Filho Jesus. O Seu amor é constante porque nunca dependeu de mim, sempre dependeu somente Dele. Ele me ama com o amor que tem pelo Seu próprio Filho, cuja justiça foi creditada em minha conta. É a justiça Dele que repousa sobre mim, não a minha, então sempre que Ele vê a mim, vê a Seu próprio Filho amado, e me trata como justa. Quanta graça!

Os meus erros me revelam que sou frágil, dependente, e Ele, perfeito e gracioso. Se houvesse perfeição em mim, não haveria necessidade da misericórdia de Deus, mas Ele escolhe ma concedê-la, quando em mim não havia nada digno de tê-la. Sendo assim, posso ir sem nenhum medo até o trono da graça, a fim de receber remissão pelos meus erros, e ter mais de Sua abundante glória.

O objetivo desse texto não é justificar os nossos erros, ou trazer qualquer conformidade com os tais, mas nos levar a enxergá-los sob outro âmbito. É maravilhoso ver coisas boas, mesmo nas coisas ruins que nos acontecem. Tudo nos ensina, tudo nos sobrevém com propósitos, e tudo deveria nos levar de volta ao centro da vontade de Deus, inclusive os nossos erros. Se entristeça por eles, os abandone, busque sempre recomeçar, mas não se desespere. Há esperança em Jesus Cristo, confie inteiramente nEle, e anele inteiramente agradá-Lo.

Nessa vida sempre erraremos, mas que possamos aprender com os erros, a fim de não cometê-los novamente. Só acerta quem tenta, e quem tenta nem sempre acerta. Mas feliz é aquele que aprende com os desacertos, a fim de não cometê-los novamente, e ainda mais, feliz é aquele que aprende com os desacertos dos outros, a fim de não precisar, ele mesmo, cair para aprender a lição. O interessante é que Bíblia não oculta os erros dos homens santos de Deus, pois nenhum deles era perfeito. Eram iguais a nós, pecadores. Como exemplo disso, temos a mentira de Abraão (Gn 20:1-7), a predileção insensata de Jacó (Gn 37:3-4), a desobediência de Moisés (Nm 20:7-13), o adultério e o homicídio de Davi (II Sm 11), o orgulho do Rei Ezequias (II Cr 16), a incredulidade de Tomé (Jo 20:24-25), e tantos outros que nos são revelados. A razão da Bíblia mostrar o “lado negro” das coisas é para proveito nosso, assim como diz I Coríntios 10:11:

“Essas coisas aconteceram a eles como exemplos e foram escritas como advertência para nós, sobre quem tem chegado o fim dos tempos.”

Deus colocou como exemplo para nós os pecados do seu povo, para que não cometamos as mesmas coisas. Assim como os bons exemplos são dignos de serem imitados, os maus exemplos precisam ser evitados, e ambos nos ensinam.

Nossa presente natureza errante nos revela que a nossa confiança precisa estar sempre além de nós, no único Ser perfeito. Nosso coração é enganoso, e se confiarmos em nós mesmas, tenderemos ao fracasso. A nossa maior guerra é contra nós mesmas, contra todos os nossos desejos, pensamentos e ações que desagradam a Deus, porque, unicamente, o que Ele pensa e deseja é o melhor para Seus filhos, “o seu caminho é perfeito” (Sl 18:30). Caminhemos em direção ao que o Senhor nos ensina, confiando somente nEle, tendo uma vida regida à luz das Sagradas Escrituras, e sendo assim, seremos bem-aventuradas! (Sl 1:1-3, 112:1)

Nossos erros são maus, provém de nossa natureza corrompida, mas louvado seja o Senhor por utilizá-los para o nosso bem e para uma maior demonstração de Sua glória e de Sua graça. Nossos erros trazem consequências desastrosas e indesejadas, mas louvado seja o Senhor pelo perdão oferecido através de Cristo. Nossos erros nos humilham, mas exaltam a Ele, o único Ser perfeito, e nos ensinam que somente Nele encontramos o nosso devido lugar. Louvado seja o nome do Senhor!

Thayse Fernandes

10 comentários:

  1. Que texto edificante.Que o Eterno continue abençoando vocês!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém! Que o Senhor, igualmente, te abençoe.

      Um abraço!

      Excluir
  2. Obrigada por esse texto maravilhoso. As palavras de todas vocês enchem a minha alma de gozo. Sou imensamente grata por ter conhecido esse blog tão abençoado!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua palavras nos alegra e nos encoraja. Obrigada pelo carinho conosco.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  3. Que texto maravilhoso e confortante! É muito triste viver nos culpando e carregando o peso da culpa por escolhas erradas. Como você citou perfeitamente: É maravilhoso ver coisas boas, mesmo nas coisas ruins que nos acontecem. Parabéns, que o nosso Deus continue te iluminando e usando para a Glória dEle.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Katria!

      Fico muito feliz por sua edificação e consolo, que o Senhor Jesus abençoe tua vida.

      Um abraço!

      Excluir
  4. sou inteiramente grata ao Senhor pela vida de todos que se dispõem a escrever neste blog, assim como me regozijo por num mundo tão sem esperança e amor cristão, Deus ainda conserva os seus. muito agradecida, seus estudos me ajudam a enxergar o quanto eu preciso melhorar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sinara!

      Agradeço as palavras carinhosas, são sempre um encorajamento. Não podemos deixar que nossos erros e fraquezas nos impeça de prosseguir, a graça é maior que tudo.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir