15 de agosto de 2016

Quando a graça é suficiente?


Os dogmas do mundo contemporâneo consistem na busca exacerbada por uma “felicidade” efêmera, o culto ao corpo como um padrão de beleza ditado pelo momento midiático e a idolatria utópica de filmes, séries e novelas dos chamados “felizes para sempre” uma espécie de Romeu e Julieta submersos numa paixão platônica e assolados por murmurações. Sendo assim, apelos maléficos pautados na solidão, desespero, ruína e decadência. Acarretando, com isso, consequências desastrosas na vida daqueles que desejam seguir padrões que vão de encontro aos desígnios de Deus. Uma vez que as Sagradas Escrituras assevera que seremos semelhantes à imagem de Cristo e por isso devemos amar e obedecer aos seus preceitos. Pois, como servas idôneas nossa primazia deve ser galgar a piedade e o zelo dos caminhos trilhados por Jesus Cristo.

Na segunda carta do apóstolo Paulo aos Coríntios, ele afirma que a Graça de Deus é suficiente em sua vida (2Coríntios 12.9). Essa afirmação dada pelo referido apóstolo significa que a Palavra de Deus traz conforto e santificação para nós, seus filhos. Quando somos confrontadas pela verdade da graça de Deus, significa dizer que as necessidades impostas pelos padrões midiáticos são fúteis, efêmeras e enganosas diante da promessa feita pelo Senhor, pois, a graça é um dom de Deus, por meio da fé em seu Filho e não merecíamos (Efésios 2.8). Deus graciosamente nos amou, nos delegou e nos salvou para sermos servas idôneas a ir com propriedade pregar o evangelho redentor de Jesus Cristo, vivendo de maneira piedosa, pura e santa, pois, a graça imerecida de Deus nos basta e assim não precisamos viver conforme os padrões do mundo.

Quando a graça de Deus é suficiente na vida de suas servas não precisamos de nenhum outro auxílio externo, pois, contemplamos a plenitude da alegria quando nos tornamos filhas de Deus pelo novo nascimento que existe por meio da redenção de Jesus Cristo (João 1.13); quando somos justificadas pela fé (2 Coríntios 5.21); quando fomos criadas para as boas obras em Cristo Jesus (Efésios 2.10) e por fim contemplamos a plenitude de sermos filhas de Deus que nos tornou suas herdeiras e coerdeiras com Cristo (Romanos 8.17). Portanto, o presente imerecido de Deus, a sua graça, será suficiente na vida de mulheres que de todo coração, de toda alma, de todo o entendimento e de todas as forças amar a Deus e obedecer aos seus desígnios, para que dessa forma venha a ser uma serva temente, fiel e obediente a Deus, pois, o desejo do seu coração é estar cheia da plenitude da graça do Senhor que irá suprir toda e qualquer necessidade.

Por conseguinte, deixo como reflexão um lindo poema de uma das grandes mulheres da reforma protestante do século XVI. A rainha Margaret de Navarra que foi à primeira rainha reformada. Portadora de uma beleza inigualável que foi ofuscada pela bravura de sua alma em defender e preservar os manuscritos e também os primeiros reformadores de sua época. Uma vez que as perseguições se alastravam cada vez mais intensa e sempre violenta a rainha Margaret lutou e defendeu os ideais da reforma e não se abalou com sofrimentos advindos do movimento, todavia, confiou no Senhor sabendo que a sua graça era melhor que a vida, pois, creu que se tornara filha de Deus e coerdeira de Cristo e isso foi suficiente para viver.

“Ó Tu, meu Sacerdote, meu advogado, meu Rei,
De quem depende a minha vida, o meu Tudo,
Ó Senhor, que primeiro bebeu o amargo cálice desta angústia,
E conhece o seu veneno (se é que homem algum jamais o conheceu,
Estes espinho, quão agudos, estas feridas, quão profundas)
Salvador, Amigo, Rei; Ó defende a minha causa, eu clamo;
Fala, socorre e salva-me, senão morrerei.”1


Mysia Rebeca
________________
1GOOD, James I. Grandes Mulheres da Reforma. 1.ed. Ananindeua: Knox Pulicaçoes, 2009.

10 comentários:

  1. Que Belo texto, amo seus inscritos,Deus a abençoe!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém!

      Obrigada pelos elogios. Que o Senhor te abençoe, abraço!

      Excluir
  2. Belo texto vc escreve com inspiração divina.Que Deus continue abençoando minha irmã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Socorro!

      Obrigada pelas palavras de carinho. Que o Senhor te abençoe também.

      Abraço!

      Excluir
  3. Lindo texto! Que Deus continue abençoando a vida de vocês. Beijo

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Amém Lessa!

      Obrigada! Que o Senhor continue a nos dar graça a fim de O glorificarmos através dos textos, da página.

      Que Ele te abençoe
      Abraço!

      Excluir
  5. Edificante!! Jesus abençoe sempre vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Mayara!

      Que Sua graça seja sempre o suficiente para a vida de cada uma de nós.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir