7 de dezembro de 2015

Quando os sonhos se tornam ídolos



Um teólogo do século passado, chamado A. W. Pink, escreveu: “Aquilo em que um homem mais se deleita é o seu ‘deus’”1. Nós, cristãos protestantes, tendemos a pensar que idolatria se resume a adorar imagens de escultura e sendo assim, não temos com o que nos preocupar, já que não nos ajoelhamos diante de uma estátua de gesso. Mas a verdade é que não poderíamos estar mais enganados, como bem disse o Pink, um ídolo é tudo aquilo que temos na mais alta consideração, que devotamos nossas afeições e empenhamos nossa vida.

Antes de continuarmos, preciso deixar claro, que não tenho a intenção de desencorajá-las a buscarem a realização dos seus sonhos em Deus, pois não há nada de errado ou pecaminoso em sonharmos com coisas legitimas que estão em consonância com a Palavra de Deus, como um casamento, ter filhos, se formar em um determinado curso, desenvolver um trabalho com as mulheres da igreja ou mesmo com as crianças, enfim, tantas coisas boas que podemos e devemos pedir a Deus em nossas orações e trabalhar, segundo as oportunidade que Deus nos concede, para alcançarmos. A questão que pretendo abordar é quando nós nos lançamos desenfreadamente nessas coisas de forma que se tornam em pecados porque passam a serem buscadas como o fim da nossa existência, passamos a desejar mais essas coisas do que a Deus, e quando isso acontece nós usamos Deus como um meio para atingir nosso objetivo, o que está totalmente errado, pois deve ser o contrário, nossos sonhos precisam ser um meio para glorificar a Deus que é a razão da nossa vida, ou pelo menos, devia ser.


Quando permitimos que as coisas cheguem a esse ponto, não deveríamos nos espantar quando Deus não torna em realidade as nossas expectativas, planos e metas. Deus abomina a idolatria! E quando oramos a Ele pedindo que torne nossos ídolos em realidade, estamos pedindo para Deus concretizar nossa idolatria e isso é muito grave. Por isso, precisamos olhar para dentro de nós e a luz das Sagradas Escrituras examinarmos se estamos cometendo esse pecado contra nosso Senhor, vejamos então, algumas características que apontam que nosso coração transformou nossos sonhos em ídolos:

1- Você acha que se não tiver isso sua vida será extremamente infeliz: Você pode pensar que se esse sonho não se tornar realidade, sua vida não valerá a pena, e isso é um forte indicativo de que esse sonho já é um ídolo, pois você está alicerçando sua felicidade em algo frágil e efêmero, quando deveria ter suas bases em Deus que é a Rocha Eterna.

2- Isso ocupa a maior parte dos seus pensamentos: Se torna uma obsessão, consumindo os seus pensamentos. Você se demora demais pensando em como alcançar esse sonho, como seria sua vida se já tivesse alcançado, ou como será quando finalmente se realizar. Deus só estar presente quando é considerado como meio para se obter o que deseja.

3- Você passa a invejar os outros: O anseio por este sonho se torna tão importante que você não pode suportar a ideia de que outros possam ter e você não, o que acaba trazendo bastante amargura e descontentamento com sua situação atual, e passa a desejar, com ressentimento, o que os outros têm ou são.

4- Está disposta a fazer qualquer coisa para conseguir: Tudo que você faz gira em torna disso, até mesmo suas “boas obras” são feitas com a intenção de negociar com Deus para que Ele conceda o que tanto desejas. Assim, o intuito de tudo que fazes, não é glorificar a Deus, mas tão somente levá-lo a te agraciar. No entanto, se considerares que talvez não seja a vontade de Deus te conceder o que anseias, pode ser que o teu coração imagine de buscar em outros lugares ou de outras formas a concretização deste sonho.

Como podemos perceber nas características listadas acima, quando os nossos sonhos se tornam ídolos, significa que nossa condição espiritual está deplorável e precisa ser tratada. Por vezes, Deus faz Sua mão pesar sobre nós quando amamos mais os presentes que Ele nos dá do que a Ele mesmo. Precisamos reconhecer nosso erro, nos arrepender e orar como William Cowper:

“O mais querido ídolo que conheço seja ele quem for;
Ajuda-me a derrubá-lo do Teu trono,
E a adorar somente a Ti, Senhor.”2

Deus está sempre nos chamando de volta ao caminho eterno, nos mostrando onde estamos errando, em que precisamos nos conscientizar, apontando nossas falhas e mesmo nos corrigindo com Seu cajado, mas tudo isso que Ele faz, não é para nos destruir ou nos fazer infelizes, mas para nos livrar de nós mesmas, que tendemos a nos autodestruir, como um Pai amoroso está sempre cuidando de nós, no entanto, Ele não pode tolerar que nós coloquemos qualquer coisa ou pessoa no lugar só pertence a Ele em nossa vida.

Que Deus nos ajude a não procurar desculpas para encobrir nossos pecados, mas que reconheçamos nossas transgressões e arrependidas busquemos Sua face com a certeza de que em Cristo temos o completo perdão. Roguemos para que nosso Senhor nos ajude a colocar nossos sonhos no lugar correto em nossa vida e que se estiverem segundo a Sua boa vontade, que sejam concretizados para nossa alegria e a glória do nosso Soberano Deus.

Sonaly Soares

1PINK, Arthur Walkington. Enriquecendo-se com a Bíblia. 2 ed. São José dos Campos: Fiel, 2011.
2BLANCHARD, John. Pérolas para a vida. 1 ed. São Paulo: Vida Nova. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...