16 de julho de 2017

Série: Encorajamento para mulheres solteiras - Contra as tentações (Conclusão)


Enfrentando as tentações de maneira diligente como a piedosa Rute.

O livro de Rute relata a história de uma jovem viúva numa época de rivalidade interracial, violência, idolatria e imoralidade. Ela tinha qualquer tipo de desculpa para usar de seu sofrimento (a viuvez precoce) para sucumbir às práticas imorais e idólatras de sua sociedade. Todavia, por meio da providência invisível de Deus, ela decidiu quebrar seu vaso e escolheu seguir o Único Deus, obedecendo aos seus princípios (Rute 1:16). Quando Rute fez sua declaração de fé, “o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus” (1.16), ela quebrou seu vaso de alabastro, configurando que os relacionamentos na cidade em que habitava não condiziam com a vontade do Senhor, e assim ela sai do meio dos moabitas para ingressar em uma cidade que buscava agradar o Deus do universo, a fim de influenciar Israel com o seu amor e virtude. Portanto, para enfrentar as tentações como a piedosa Rute, devemos ter diligência e romper qualquer tipo de relacionamento que desagrade a Deus, e onde o Senhor te colocar, ser sempre meio propulsor para mostrar a piedade e zelo em servir de toda devoção ao Autor e Consumador de nossas vidas.

10 de julho de 2017

Série: Encorajamento para mulheres solteiras - Contra as tentações (1ª parte)


Na sociedade permissiva em que estamos inseridas, muitas mulheres crescem acreditando que a contínua inquietação interna que vivenciam se deve a uma necessidade de encontrar a realização, seja no âmbito matrimonial, seja na vida profissional e assim, são constantemente bombardeadas a fugir do padrão instituído por Deus para o qual foram chamadas, uma vez que para seguir os conceitos dessa sociedade, o que importa é a autogratificaçao, a autossatisfação. No entanto, não há cargo almejado, como também não existe o “príncipe encantado” que possa suprir o lugar no coração que somente o Senhor tem toda plenitude para reinar, pois nEle somos aperfeiçoadas e Ele é o cabeça de todo principado e potestade." (Colossenses 2:9,10).

3 de julho de 2017

Série: Encorajamento para mulheres solteiras - Contra a solidão


O tempo de solteirice é um tempo que geralmente possuímos dificuldades de lidar. Por ser marcado pela incerteza do futuro, pela pressão do presente, e por estarmos inseridas em um mundo que é permeado de relações amorosas. O fato de sermos solteiras pode nos trazer várias implicações que nos deixam de certa forma atribuladas e inseguras, uma delas é a solidão, é nela que focaremos nesse texto.

28 de junho de 2017

Um convite!


Se você é de Campina Grande-PB, está convidado a participar da VI Conferência Teológica do Calvário, que será realizada de 21 a 23 de Julho em nossa igreja1. Esse ano será trabalhado o tema: “Igreja Reformada, sempre se reformando”, em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante. O principal preletor será o presbítero Solano Portela, da Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, em São Paulo.

26 de junho de 2017

O Amigo


Não existe lugar mais acalentador do que estar dentro de um abraço de quem amamos. O compartilhar de momentos tão prazerosos que marcaram nossa alma de inigualável valor, que muitas vezes perdemos o lapso do tempo desfrutando da situação vivenciada. E até mesmo nas tormentas, onde as noites são mais prolongadas, o desânimo é constante e o medo drena nossas forças, todavia, existe sempre alguém pronto para estender a mão e nos dar o conforto de um coração que pode dividir as alegrias como também as tristezas, alguém este que chamamos de amigo. Muitas vezes esse amigo vem preencher nossas vidas de forma que nos encoraja a lidar com as dificuldades, bem como de se regozijar nas doces alegrias da vida. Dito isto, percebemos a importância da amizade, por mais difícil que seja os relacionamentos sempre existirá alguém que irá te guardar no coração, zelar por sua vida e orar juntos. Todavia, esse amigo pode nos decepcionar e magoar o nosso calejado coração. Diante disso, te convido a aprofundar um relacionamento íntimo e profundo com Alguém que te amou primeiro (1João 4.19) e nos deu a vida eterna (1João 2.25) por meio de seu único filho: Jesus Cristo.

19 de junho de 2017

A piedade como verdadeira riqueza


“De fato, a piedade acompanhada de satisfação é grande fonte de lucro”
1Timóteo 6.6

Conforme o contexto histórico, o jovem Timóteo morava na cidade asiática de Listra, e era filho de uma judia crente e um pai grego (Atos 16:1-2). Na segunda viagem missionária do apóstolo Paulo, passando por Listra, devido ao bom testemunho dos irmãos sobre Timóteo, o apóstolo decidiu levá-lo consigo para o trabalho da pregação do evangelho (Atos 16:2-4). Paulo mostra grande respeito, confiança, e amor por Timóteo, uma vez que o pai do jovem não era cristão, o apóstolo logo se tornou como um pai na fé para este discípulo (1Timóteo 1:2). Dito isto, o jovem discípulo foi enviado para a cidade de Éfeso, cujo labor era adverti aos cristãos de que não ensinassem nenhuma doutrina que não seja o evangelho Redentor de Jesus Cristo (1Timóteo 1:3).  Na primeira carta do apóstolo Paulo a Timóteo, com o propósito de ajudá-lo a combater o ensino dos falsos mestres, Paulo ensina a Timóteo "como se deve proceder na casa de Deus" (1 Timóteo 3:15). Sendo assim, o jovem Timóteo passa a ensinar e ordenar os mandamentos de Deus aos irmãos daquela igreja (1Timóteo 4:6,11,16).

Poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...